Solicite um orçamento

Produtos / Sementes de Pastagens / Brachiaria ruziziensis cv. Braquiária ruziziensis

Brachiaria ruziziensis cv. Braquiária ruziziensis

Caracteristícas Técnicas

Nome científico:Brachiaria ruziziensis (R. Germ & Evrard)
Cultivar:Braquiária ruziziensis (CIAT00605, BRA000281)
Fertilidade do solo:Média a alta
Forma de crescimento:Touceira decumbente
Altura:1,0 a 1,5m
Utilização:Pastejo direto,silagem,fenação e cobert. vege
Digestibilidade:Boa (50 a 57%)
Palatabilidade:Excelente
Precipitação pluviométrica:Acima de 800 mm anuais
Tolerância à seca:Boa
Tolerância ao frio:Boa
Teor de proteína:8 a 11% na MS
Profundidade de plantio:1 a 2 cm
Ciclo vegetativo:Perene
Produção de forragens:12 a 15 t/ha/ano de matéria seca
Cigarrinha das pastagens:Altamente susceptível
Consorciação:Arachis pintoi,Soja perene,Calopogônio e Java

Como uma das principais empresas de sementes para gramado e pastagens do Brasil a Realpecuária é conhecida em oferecer sementes de ótima qualidade e rapidez no envio. Enviamos as sementes via Correios ou transportadora para todas as cidades do Brasil. 

Submetemos nossas sementes  a rigorosos controles de qualidade, incluindo limpeza personalizada, pureza e testes de viabilidade realizados por laboratórios de sementes credenciadas pelo MAPA. 


               estoque de sementes                                                      equipe de vendas

 

COMO COMPRAR COM NOSSA EMPRESA:

vendemos em pequenas e grandes quantidades,  solicite um orçamento  ou faça sua compra hoje mesmo , basta nos informar  o produto, quantidade e a cidade e Estado do Brasil. 

CONTATO VIA SITE -  DEIXE SUA MENSAGEM NO CAMPO CONTATO

BASTA INFORMAR O PRODUTO,  A QUANTIDADE QUE PRECISA E SUA LOCALIZAÇÃO

Resultado de imagem para EMAIL   CONTATO VIA EMAIL - ENVIE UM EMAIL DIRETO PARA NOSSA CENTRAL DE VENDAS , NOSSO EMAIL É CONTATO@RELAPECUARIA.COM.BR

BASTA INFORMAR O PRODUTO,  A QUANTIDADE QUE PRECISA E SUA LOCALIZAÇÃO

      

  Resultado de imagem para telefone CONTATO VIA TELEFONE -  CENTRAL DE VENDAS:  (18) 3279 40 73  celular: (18) 98189 5787 Imagem relacionada

(horário de atendimento - segunda a sexta feira das 8:30 as 12:00 hs. e das 13:00  as 17:00 hs.)

 

Imagem relacionada CONTATO VIA  CELULAR (WHATSSAP) - (18) 98195787

(horário de atendimento - segunda a sexta feira das 8:30 as 12:00 hs. e das 13:00  as 17:00 hs.)

 

CONTATO VIA CHAT, FALE DIRETAMENTE COM UM DE NOSSOS VENDEDORES

 FALE  DIRETAMENTE COM UM DE NOSSOS VENDEDORES VIA CHAT BASTA CLICAR NO LADO DIREITO DA PÁGINA (FALE COM UM ESPECIALISTA) 

(horário de atendimento - segunda a sexta feira das 8:30 as 12:00 hs. e das 13:00  as 17:00 hs.) 

  

 FORMAS DE PAGAMENTO COMPRANDO  DIRETAMENTE COM NOSSA EMPRESA:  DEPÓSITO BANCÁRIO, BOLETO OU CARTÃO DE CRÉDITO

 

Embalagens de  5 kg.

Preço por kg : nos consulte

semente incrustada, plantio 5 a 7 kg por hectare ou 12 a 17 kg por alqueire

 

         Esta forrageira é nativa do Vale Ruzi no Zaire (Congo) e Burundi. A ruziziensis atualmente está difundida em vários países tropicais. As primeiras sementes vieram de Ruanda, que foram estudadas e disseminadas no Quênia, pelo Institut National pour I'étude Agronomique du Congo Belge (INEAC) em Rubona, nos anos 60, daí se espalhou por todo o continente Africano.
         As primeiras sementes que chegaram na Austrália (CPI 30623) vieram em 1961 da ilha de Madagascar, da Estación de Agronomia de Lac Alastra, e foram lançadas com o nome comercial "ruzigrass", no ano de 1966. Provavelmente este tenha sido o caminho percorrido pelas sementes comercializadas no Brasil, as quais vieram da Austrália.



CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS

 

        Gramínea perene, rasteira, atingindo até 1,5m de altura, com rizomas curtos. Colmos decumbentes e geniculados com 3 a 4mm de diâmetro e dotado de entrenós curtos. Folhas macias com 6 a 15mm de largura e 10 a 25cm de comprimento, possuindo aspecto aveludado devido a grande quantidade de pêlos nela presente. A inflorescência é uma panícula ereta de 5 a 7 racemos.
        Racemos curtos e com fileiras duplas de sementes, ráquilas aladas e bastante largas, tornando-se uma característica que distingue das outras espécies de braquiária. Espiguetas bifloras, sendo a inferior masculina e a superior hermafrodita.


    
CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS

 

        Forrageira de solos de média a alta fertilidade, requerendo boa drenagem e clima de regiões tropicais. Não resiste à geada e em condições ideais suas sementes germinam e estabelecem muito bem. É bastante palatável e bem aceita pelos animais. Porém deve ter cuidado com o pastejo devido essa boa palatabilidade, que pode comprometer a sua rebrota, principalmente se for sobrepastejada (rapada). A qualidade nutricional de sua forragem é muito boa, apresentando de 8 a 11% de proteína na matéria seca.
        A ruziziensis apresenta alta susceptibilidade às cigarrinha-das-pastagens (Deois flavopicta  e Zulia entreliana).
        Apresenta adaptação climática até 2.000m acima do nível do mar. A temperatura ótima para o crescimento é de 28 a 33oC, sendo afetada por temperaturas baixas e não resistente à geada.



UTILIZAÇÃO E MANEJO

 

        A ruziziensis pode ser indicada para bovinos de recria e engorda. Devido a sua qualidade de forragem, além do pastejo direto, pode ser utilizada para prática de fenação. Quando em pastejo direto, deve-se ter muito cuidado, com a altura de pastejo, evitando a sua degradação.
        Devido a algumas características, a ruziziensis, deixou de ser utilizada pelos pecuaristas, principalmente a sua susceptibilidade às cigarrinhas e a baixa capacidade de rebrota, principalmente quando sobrepastejada. Porém, devido a grande capacidade de germinação de suas sementes, principalmente em sobresemeadura, ou seja, plantio em área com outros cultivos (exemplo: em área de soja) e sobre uma cobertura vegetal (palhada para plantio direto), as suas sementes tem sido recomendada por vários técnicos em áreas de plantio direto e em áreas de integração lavoura-pecuária. Diversos agricultores tem utilizado as sementes de ruziziensis, em áreas de cultivo de soja, para cobertura vegetal no período de entressafra da cultura e como pasto para o inverno, mesmo antes da colheita do grão, nos meses de fevereiro e março, utilizando o plantio aéreo, com bons resultados.
        A forrageira proporciona excelente cobertura do solo, podendo ser utilizado a área como piquete para os animais durante o período de inverno (entressafra da cultura de soja), e em setembro-outubro as plantas de ruziziensis são "queimadas" com um herbicida a base de glifosato, proporcionado uma boa cobertura (palhada) para o plantio de soja novamente. Informações de produtores citam que a produção de grãos, em área de braquiárias, tem apresentado melhores rendimentos do que a produção de grãos em área exclusivamente agrícola (por exemplo: soja plantada em área de soja).